Senac - Roraima

Técnico em Segurança do Trabalho: conheça a profissão que não para de crescer

foreman-and-builder-looking-at-blueprint 23-2147711072 - CópiaSe antes não recebia a devida atenção das empresas, hoje o Técnico é vital para prevenir acidentes e doenças que poderiam prejudicar a saúde dos funcionários e manchar a imagem organizacional.

Na contramão da crise que muitas profissões têm enfrentado, o Técnico em Segurança do Trabalho tem visto o seu campo crescer. As empresas não querem ter sua imagem manchada por notícias na imprensa e compartilhamentos de fotos e depoimentos nas redes sociais a respeito de acidentes, problemas de higiene e demais riscos a que os funcionários podem estar expostos.

Esse e outros técnicos com inscrições abertas

Elas também preferem evitar indenizações e processos trabalhistas por negligência. As próprias leis brasileiras têm exigido a presença de um Técnico se pelo menos cinquenta pessoas estiverem trabalhando em um serviço de pequeno porte. Portanto, há pouco tempo o cargo passou a ser considerado vital e a constar no quadro de pessoal – e por isso sobram vagas.

Técnico em Transações Imobiliárias permitiu mudança de carreira para ex-professor de História

Função

No seu dia a dia, ele pensa nas melhores maneiras de conciliar a produtividade com as normas de segurança quando as máquinas são operadas e os funcionários trabalham. Ele também fiscaliza o desempenho de cada um, registre as irregularidades da empresa e instrui o pessoal a respeito de como combater incêndios e como usar corretamente os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e EPCs (Equipamentos de Proteção Coletiva). É comum que ele realize ações educativas e treinamentos para reforçar a conscientização da equipe.

A importância do curso Técnico para a carreira de esteticista

O Técnico em Segurança do Trabalho tem mercado principalmente na indústria e na construção civil, mas pode ser contratado pelo comércio e por instituições como bancos e hospitais. Por isso, gostar de engenharia é importante. Quanto às suas competências pessoais, ele deve ser ético, proativo, dedicado e concentrado (um erro pode causar mortes e doenças de colaboradores!), além de ter muita paciência para lidar com pessoas: é preciso aconselhar e explicar as normas de segurança a todos os setores constantemente, o que pode gerar conflitos.

O piso salarial depende de cada Estado e do setor onde o Técnico está empregado, mas a média é de R$2.611. A remuneração pode subir para até R$6mil, sendo que o piso de um Coordenador de Segurança do Trabalho é de R$4.869.

Investir em imóveis vale a pena?

Qualificação

Para se tornar um profissional dessa área, é preciso ter o Ensino Médio completo para então concluir o Técnico em Segurança do Trabalho. Algumas universidades ofertam a graduação em “Tecnólogo em Segurança do Trabalho”, porém o Técnico ainda é mais visado pelo mercado.

O Senac Roraima oferta o curso na modalidade presencial, ensinando desde como planejar e executar as ações necessárias (como as avaliações e medidas de riscos ergonômicos; a investigação, registro e controle de acidentes e doenças ocupacionais; bem como atividades educativas) até a produzir projetos que vão beneficiar a comunidade. É comum que ainda durante o curso, o aluno já encontre o seu lugar no mercado.

Técnico em Segurança do Trabalho (1200h)
Início:
04/09/18
Horário: 19h às 22h – Segunda a Sexta
Idade Mínima: 16 anos, cursando 2º ano do Médio ou com o Médio Completo
Local: São Francisco
Valor 1º Módulo: 10xR$239,09 (Cartão de Crédito ou Boleto)
Valor 2º Módulo: 10x R$207,80 (Cartão de Crédito ou Boleto)

Nayra Wladimila
Comunicação Senac RR

Você está aqui: Home Imprensa Notícias Técnico em Segurança do Trabalho: conheça a profissão que não para de crescer
SENAC IDIOMAS