Confira atitudes simples e rápidas para ter mais saúde dentro do trabalho

closeup-woman-holding-her-wrist-pain-from-using-computer-office-syndrome 53476-1648Com uma aproximação maior entre empresas e seus colaboradores, é possível ter um ambiente mais harmonioso e seguro, prevenindo doenças, acidentes e lesões.

A prevenção de lesões, doenças e demais acidentes na rotina de trabalho ou no percurso até o emprego há muito que se tornou prioridade para os empregadores, mas ainda é visto como algo obrigatório e até mesmo “chato” para os colaboradores. Mas com atitudes bem simples e rápidas é possível melhorar a qualidade de vida.

Técnico em Segurança do Trabalho está com matrículas abertas

O técnico e tecnólogo em segurança do trabalho Ronaldo Acácio palestrou durante a “Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho” (SIPAT), que aconteceu no Senac Roraima entre 17 e 21 deste mês e deixou várias dicas:

Conheça a profissão que não pára de crescer: Técnico em Segurança do Trabalho

“Hoje a empresa deve fortalecer a ideia de que aquele funcionário é importante para ela, devendo utilizar os equipamentos corretos. Visitar um colaborador acidentado é uma atitude que promove a harmonia na relação, também”, disse.

Auxílios

O INSS (Instituto Nacional da Previdência Social) é quem concede auxílios após realizar uma perícia no colaborador. No seu relatório mais recente, de 2016, constam que o órgão concedeu 5,1 milhões de benefícios, sendo que 4,9% deles eram para acidentários (ou 251.911, somando trabalhadores urbanos e rurais) Apesar de parecer pouco, este é o terceiro motivo mais frequente para alguém receber benefício pelo INSS.

Só em Roraima, foram 526 concedidos em 2016: 153 para aposentados por invalidez, 99 para pensionistas por morte, 124 que precisaram de auxílio-doença e 98 para quem necessitou de auxílio acidente. Em torno de seis milhões de reais foram “gastos” para custear todos.

Nayra Wladimila
Comunicação Senac RR